Reah

Depois de quase quinze anos trilhando sua carreira entre Tóquio, Nova York e Los Angeles, a cantora brasileira Reah está de volta ao seu país para escrever sua história pelas bandas de cá. Em julho ela lança seu quinto disco, “Reah”, com pegada essencialmente pop e tempero tropical.

Seu primeiro disco, Certain Relativity, traz canções escritas durante sua adolescência. O talento na composição, o conhecimento musical e a voz potente fez do disco um sucesso no sul do Japão. Chegou a fazer três shows por dia, com direito a perseguição dos fãs na rua. E quando se viu na posição de cantora, chorou de emoção.

LER MAIS

REAH (2018)

DOWNLOAD OUVIR ONLINE

1. TUBAÍNA 2. AINDA 3. ME CHAMA 4. FICO LOUCA 5. MOMENTOS 6. FOTOGRAFIA 7. JÁ ERA 8. NO MESMO LUGAR 9. NÃO TENHO DÓ 10. SEM PENSAR EM NADA
  • Reah volta às origens brasileiras no clipe de “Tubaína”.

    Depois de quase quinze anos e quatro discos que ajudaram a construir uma carreira entre Tóquio, Nova York e Los Angeles, a cantora brasileira Reah está de volta às origens.

    “Tubaína”, primeiro single do seu autointitulado disco, é uma mistura do tempero tropical do Brasil com pitadas de tecnobrega e pop latino.

    A cantora foi para o Japão aos 21 anos. Em seguida, recebeu um convite de uma gravadora independente. Seu primeiro disco, Certain Relativity, traz canções escritas durante sua adolescência. Lá, chegou a fazer três shows por dia, com direito a perseguição dos fãs na rua.

    Depois disso foi para Nova York e chegou a tocar bateria na banda punk Tied for Last. Já em Los Angeles, lançou o EP My Way Back Home. No meio dessas viagens, compôs o terceiro disco, Psychedelic Cinema. Pela primeira vez na produção, ela fez um registro analógico, cheio de riffs e clima setentista.

    No entanto, Reah afirma que essa é a sua verdadeira estreia em território nacional. Anteriormente ela já havia lançado um trabalho chamado Cenários. Cantado em português, a artista o considera como um laboratório para o momento atual.

    Via Tenho Mais Discos que Amigos!